segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

tipos de choro: choro inesperado

Decidi postar alguns dos textos que trabalhamos durante o processo da peça, mas que acabaram não entrando na dramaturgia final. Apesar disso, temos muito apego a alguns deles, como esse dos tipo de choro.

Choro inesperado: um dos mais leves, mas que pode te deixar em situação constrangedora, manteiga derretida, que não sabe lidar com as próprias lágrimas, as quais saem incontrolavelmente e inesperadamente, Daqueles que você não quer piscar, pois sabe que vai sair água. Para mim esse choro é comum (ou costumava ser) e às vezes tenho raiva dele, porque me deixa bem frágil, vulnerável. Nesse choro não há muitas contrações musculares, nem sons, é como água que brota. Pode ser de alegria, emoção, coisas sem motivo.

Um comentário:

  1. Gostei do texto. Publique algo mais sobre a peça.
    Bj.
    Hanna

    ResponderExcluir